CozinhaConnosco

pesquisar

 
Sexta-feira, 18 / 04 / 14

Páscoa Feliz

Desde pequeno, sempre fui familiarizado com a tradição do folar. Em algumas regiões, os padrinhos fazem para oferecer aos afilhados, noutras regiões os papéis são invertidos. Existem muitos folares, e cada região tem as suas características! Aqui mais para os meus lados, desde sempre, que me lembro que o folar tinha um cheirinho/sabor a erva-doce e tinha os ovos cozidos em cima. Segui então a receita do Pão, Bolos e Cia.

 

Folar de Páscoa

 

 

Ingredientes:

 

  • 100gr. de margarina amolecida;
  • 110gr. de açúcar;
  • 1 ovo;
  • 1 colher de chá de canela;
  • 1 colher de chá de erva-doce;
  • 2 colheres de chá de fermento;
  • 250ml de leite morno;
  • 570gr. de farinha;
  • Ovos para decorar;
  • Cascas de cebola;
  • 1 ovo para pincelar.

 

Preparação:

 

Numa tigela, bater a margarina, o açúcar, o ovo, a canela, a erva-doce, o fermento e o leite.

 

 

Pode bater com a colher de pau ou com a batedeira. A diferença é que com a batedeira, a massa apresentará mais ar. Optando pela batedeira, este passo inicial deverá ser feito com os ganchos em forma de pinha.

 

 

De seguida, adicionar a farinha, e passar para os ganchos de massa.

 

 

Tapar com um cobertor e deixar levedar durante 1h30 {#emotions_dlg.away}.

Enquanto isso, vamos cozer os nossos ovos com cascas de cebola.

 

 

O que lhes vai conferir uma tonalidade mais castanha (usando assim um corante natural).

 

 

Depois do tempo de levedar, retirar um pouco de massa (equivalente a uma tangerina) e reservar.

 

Numa superfície enfarinhada (se quiserem pode ser mesmo no tabuleiro que levarão ao forno), colocar a massa e fazer uma bola com o topo liso, onde serão feitas as covas para inserir os ovos com alguma pressão.

 

Por cima dos ovos, deverá ser colocada a massa anteriormente reservada, em forma de cruz.

 

 

Pincelar com o ovo batido e deixar repousar durante 15 minutos {#emotions_dlg.away}.

 

Levar ao forno a 180ºC durante 30/35minutos {#emotions_dlg.away}.

 

Aproveito também este post para dois momentos de publicidade.

 

O primeiro, trata-se de uma loja de cake design e de todos e mais alguns utensílios para cozinha, a preços bastante convidativos aqui em Leiria - Your Cake.

 

Eu aproveitei para comprar um alisador e um nivelador (que há muito queria comprar), e posso dizer-vos que o nivelador foi um dos maiores, e que o preço que paguei por ele, era o que me cobravam só em portes em qualquer uma das lojas online.

 

 

O outro momento de publicidade, trata-se de um novo projeto o "Ponto de Pérola" em que através de ideias muito originais, são personalizados os momentos mais especiais. A página do facebook, já tem alguns desses trabalhos e o link vai passar a fazer parte dos nossos links favoritos, para podermos ir acompanhando os trabalhos.

 

 

Por fim, resta-me desejar-vos uma Páscoa Feliz e cuidado com as amêndoas!

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Por: João 

publicado por CozinhaConnosco às 12:05
Segunda-feira, 23 / 12 / 13

O perú de Natal

Olá a todos, mais um ano que está a chegar ao fim, e entramos mais uma vez naquela altura do ano que para muitos é considerada de crítica!

Normalmente, existe aquela tradição de a ceia de Natal ser composta ou por bacalhau ou por perú ou até por ambos. 

Hoje, e no espírito natalício trago-vos a minha receita de perú que costumo fazer no Natal.

 

Pernas de perú assadas

 

Ingredientes:

 

  • Pernas de perú a gosto e dependendo do número de pessoas (também podem fazer com peitos se preferirem);
  • Laranjas e limões (eu costumo usar 1 de cada por tabuleiro);
  • Margarina q.b.
  • Azeite q.b.
  • Sal q.b.
  • Pimentão Doce q.b.
  • Vinho do Porto q.b.
  • Salsa q.b.

 

Preparação:

 

Na manhã do dia em que irão assar as pernas, colocar as pernas num tabuleiro com um pouco de água.

Espremer as laranjas e o limões e colocar as cascas na água.

Adicionar o sal e a salsa e tapar com película aderente.

 

 

Mais tarde, pré-aquecer o forno a 180ºC.

Fazer uma pasta com a margarina, o azeite, o sal, o pimentão doce e o vinho do Porto e barrar as pernas do perú, colocando-as num outro tabuleiro.

 

 

Reduzir o forno para 160ºC, colocar o tabuleiro no forno e deixar assar devagarinho. Ao fim de hora e meia {#emotions_dlg.away}, aumentar a temperatura para dourar. A meio do tempo, ou seja aos 45 minutos {#emotions_dlg.away} podem virar as pernas e até picá-las com um garfo grande , não esquecendo também de ir regando de vez em quando com o molho.

 

 

Podem servir com o que quiserem, desde um arroz, a batatas fritas, não esquecendo a saladinha.

 

Com esta receita, desejo-vos a todos um Feliz Natal. Que seja um dia para estarem com aqueles que mais gostam!

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Por: João {#emotions_dlg.happy}

 

 

publicado por CozinhaConnosco às 18:22
Sábado, 02 / 03 / 13

Sonhos

Os sonhos são uma receita tradicional de Natal, mas não quer dizer que só os possamos comer nessa altura. Estes até foram feitos durante a minha estadia no Porto no Verão, e sabem que mais? Fora de época é que estas coisas sabem ainda melhor!

 

A massa dos sonhos é muito parecida à massa dos rissóis de camarão, aliás a base até foi feita junta.

 

Sonhos

 

 

Ingredientes:

 

  • 1 + 1/2 chávena de farinha;
  • 1 + 1/2 chávena de água;
  • 2 cubos de manteiga;
  • 6 ovos;
  • Sal q.b.
  • Açúcar e canela q.b.

Preparação:

 

Em primeiro lugar, levar a água e a manteiga ao lume. Enquanto se espera que a manteiga derreta, pode-se ir peneirando a farinha para que a massa não apresente grumos.

 

 

Quando a manteiga estiver derretida, juntar a farinha.

Inicialmente pode-se mexer com a colher de pau, no entanto ao fim de algum tempo torna-se uma tarefa difícil, por isso e para obter um bom resultado, deve-se continuar a amassar na bancada da cozinha.

 

 

De seguida, colocar a massa numa tigela, onde deverá arrefecer/repousar um pouco.

Juntar os ovos, um a um. Por cada ovo, envolver bem.

  

 

Aquecer o óleo, e com o auxílio de duas colheres formar bolinhas.

Colocá-las no óleo, quando este estiver a ferver (reduzindo para lume brando) e aguardar {#emotions_dlg.away} até os sonhos ficarem mais coradinhos. Os sonhos crescem um pouco, por isso é preferível fazer poucos de cada vez, para que estes tenham espaço!

 

 

No fim passar pelo açúcar e canela!

 

 

Nota: A massa dá para bastantes (bem mais que os representados na primeira foto).

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!


Por: João {#emotions_dlg.happy}

publicado por CozinhaConnosco às 18:33
Quinta-feira, 27 / 12 / 12

Filhoses de Abóbora

Olá a todos,

 

espero que tenham tido um ótimo Natal! A receita que vos trago hoje, é tradicional cá de casa desta altura. Desde pequeno me lembro de ir ajudar a minha avó a fazer as filhoses de abóbora (em alguns sítios são conhecidas como bilharacos). Existem imensas receitas, esta é a que normalmente fazemos.

 

Filhoses de Abóbora

 

Ingredientes:

 

  • Abóbora a gosto (no nosso caso usámos uns 2 Kg);
  • 700 gr. de farinha;
  • 4 ovos;
  • Sumo de 3 laranjas;
  • Água ardente q.b.
  • 10 gr. Fermento de padeiro;
  • Sal q.b.
  • 1 prato com açúcar e canela misturados.

 

Preparação:

 

Cortar a abóbora aos pedaços e levar a cozer com o sal, durante aproximadamente 30 minutos.

Depois de cozida colocar numa tigela de escorrer e deixar escorrer durante uns minutos.

 

 

Colocar a abóbora numa tigela grande e amassar um pouco. 

À parte bater os ovos.

Espremer o sumo das laranjas. Adicionar o fermento de padeiro e mexer para o dissolver. Juntar também a água ardente e misturar tudo.

 

 

À abóbora juntar os ovos e a mistura do sumo. Amassar bem. 

 

 

Por fim, adicionar a farinha, pode não ser as 700 gr. obrigatoriamente, vai-se adicionando até ganhar alguma consistência.

 

 

Tapar a tigela com mantas e deixar levedar por 4 horas.

 

 

Ao fim deste tempo, a massa cresceu e podemos começar a fritar. Nós costumamos fritar em azeite.

Com duas colheres, tirar um pouco de massa, de forma a fazer uma espécie de pastel e colocar no azeite.

O tempo de fritar vai depender do gosto de cada um, normalmente deixamos fritar até começarem a ficar coradinhas, tendo em conta que de vez em quando devem ser viradas.

 

 

Quando ganharem a tal corzinha, retiram-se para uma tigela com papel absorvente para escorrer o azeite e ainda quentes passam-se pelo açúcar e canela.

 

 

No final...

 

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Por: João {#emotions_dlg.painatal}

publicado por CozinhaConnosco às 21:46
Quinta-feira, 22 / 11 / 12

Bolinhos de batata do Bolinho

Aqui por Leiria temos uma tradição que tem perdido adeptos, se bem que com a crise talvez a coisa vire, que é no dia 1 de Novembro (Dia de todos os santos) se celebrar o "Dia do Bolinho", também conhecido noutras regiões como o "Pão por Deus". Não se trata nada mais nada menos que o Halloween dos portugueses. 

 

Neste dia, as crianças em grupos ou não, vão de porta em porta pedir o bolinho, muitas vezes com a frase "Oh tia dá bolinho?" entre outras rimas. Fazem-se acompanhar de sacos de pano e as pessoas oferecem pão, broas, romãs, nozes, castanhas, entre outras coisas.

 

Esta tradição já vem do século XV, e em 1756 deram-lhe um novo significado, pois fazia um ano do terramoto de Lisboa. Como coincidiu com o dia santo, a população aproveitou para fazer um peditório de forma a manter a tradição de lembrar as vítimas. As pessoas iam de porta em porta pedir o "Pão por Deus" para matar a fome. A tradição manteve-se mas ganhou novas regras, em que era apenas permitido a crianças até aos 10 anos e que só podiam pedir até ao meio-dia, depois disso as pessoas deveriam recusar.

 

No meu caso, ainda cheguei a ir uns anitos à vizinhança meio envergonhado {#emotions_dlg.blushed}, porque muitas vezes ia sozinho, mas as recordações são boas, nessa ocasião partilham-se histórias, bondade e outros valores. 

 

Como referi em cima, esta tradição, nos dias de hoje foi puxar um pouco ao Halloween, sendo que atualmente as pessoas dão muito à base de chocolates e guloseimas. Os que vêm bater aqui à porta nesse dia, levam os meus bolinhos, que fogem um pouco ao "bolinho tradicional" (o tradicional é um bolinho duro), mas também são bastante bons.

 

Bolinhos de Batata

 

Ingredientes:

  • 2,5 Kg de Farinha;
  • 1,5 Kg de Açúcar;
  • 1/2 pacote de erva doce (dos pequenos, equivale +/- a uma colher de sobremesa);
  • 10 Ovos;
  • 1 Limão grande (raspa);
  • 1 colher de chá de bicarbonato de soda;
  • 3 colheres de chá de fermento;
  • 2 Kg de batatas;
  • 125 gr de Margarina;
  • Frutos secos a gosto.

Preparação:

 

Começar por cozer as batatas (eu costumo cortar aos cubos para a cozedura ser mais rápida).

 

 

Depois de cozidas e escorridas, passar pelo passe-vite de forma a obter um puré. O puré deverá ser colocado numa tigela grande, ou se preferir poderá dividir por duas. Em seguida, juntar todos os ingredientes, menos os frutos secos.

 

 

Estamos prontos para amassar. Podem amassar como vos apetecer, eu normalmente faço movimentos de abrir e fechar a mão e também de carregar. Atenção ao fundo da tigela, há uma certa tendência a acumular alguma farinha. Esta massa pega-se bastante aos dedos, por isso não se preocupem se vos acontecer. Quando estiver bem amassada, juntar os frutos secos e amassar levemente de forma a apenas misturar os frutos com a massa.

 

 

 

Depois desta fase, pré-aquecer o forno a 180ºC. Seguidamente pegar num tabuleiro, forrar com papel vegetal e polvilhar de farinha.

 

Para a próxima etapa, aconselho a colocar um pouco de azeite numa chávena e com um pincel, pincelar a mão. Desta forma a massa não agarrará tanto.

 

Voltamos à nossa tigela da massa, pegando num bocado de massa e dando-lhe o aspeto que quiser. Algumas pessoas fazem mais arredondadas, outras mais ovais, fica ao critério de cada um. Encher o tabuleiro com bolinhos e levar ao forno. Atenção, não colocar muito juntos, pois eles crescem.

 

Eu costumo deixar +/- 16 minutos {#emotions_dlg.away} cada fornada, mas se acharem que estão muito brancos por cima, deixem mais um pouco, ou por outro lado se acharem que já estão muito tostados, podem tirar.

 

O resultado é este.

 

 

São muito bons e viciantes. E uns dias depois continuam a saber como se tivessem sido feitos no dia.

 

Dica:  Se vos der a preguiça a meio, podem congelar a massa e fazer noutro dia/mês. Fala a voz da experiência.

 

P.s. - O blog tem uma novidade, desta vez são os links de interesse que visitamos. Encontram-se na típica coluna da direita, debaixo do título "Links que visitamos".

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Por: João {#emotions_dlg.happy}

publicado por CozinhaConnosco às 21:01
Bem-vindos ao CozinhaConnosco. Neste blog, dois amantes da culinária, querem partilhar convosco as suas experiências na cozinha. Vistam o avental e divirtam-se connosco! Li e João

mais sobre nós

Junho 2016

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Receitas passadas

Translator