CozinhaConnosco

pesquisar

 
Domingo, 29 / 06 / 14

Banoffee Pie

Com este tempo a começar a aquecer (tem dias), começa a apetecer-nos mais fruta, mais sumos e coisinhas fresquinhas! 

 

Hoje o meu momento de publicidade vem logo no início da receita e prende-se com um restaurante vegetariano, o Meráki!

 

 

A primeira vez que lá entrei, apesar de ir à descoberta com a Catarina, achei logo o ambiente acolhedor. A ementa é diferente todos os dias, podendo ter uma ou duas sopas, e entre um a três pratos. Também há sobremesas bastante sugestivas. Os preços são bastante simpáticos. De Segunda a Quinta servem almoços e à Sexta e Sábado além dos almoços, servem também jantares. Até a minha turma do Yoga já lá foi =P

 

Focando-me então numa dessas sobremesas, certo dia a ver as ementas no facebook deles, deparei-me com algo de nome estranho, o que para mim significa, ir investigar e experimentar. A vítima chamava-se Banoffee Pie. Depois de algumas receitas e alguns vídeos, aqui fica como fiz:

 

Banoffee Pie

 

 

Ingredientes:

  • 3 ou 4 bananas;
  • 200 gr. de bolachas digestivas (podem usar Maria ou outras);
  • 30 gr. de açúcar mascavado;
  • 50 gr. de manteiga derretida;
  • 1 lata de leite condensado cozido;
  • 1 pacote de natas;
  • 100 gr. de açúcar em pó;
  • Raspas de chocolate negro.

 

Preparação:

 

Começar por partir/esmagar as bolachas e colocá-las numa tigela.

 

Juntar o açúcar mascavado, adicionar a manteiga e misturar com uma colher.

 

 

De seguida, tanto podem optar por uma forma de fundo amovível ou por um prato e um aro de forma (mas para isso convém que o prato seja completamente raso).

 

Eu optei pela forma, encher a base com o preparado anterior e alisar.

 

 

Cortar as bananas em rodelas e dispor por cima do preparado.

 

 

Verter o leite condensado por cima da banana e alisar.

 

 

Bater as natas e ir adicionando o açúcar em pó.

 

Dispor as natas por cima do leite condensado cozido e por fim colocar as raspas por cima das natas.

 

 

Para quem não sabe, um exemplo para fazer raspas, é pegar no descascador de batatas/cenouras e passá-lo na tablete de chocolate... voilà... raspas perfeitas!

 

 

Colocar no frio entre 3 a 4 horas {#emotions_dlg.away} pelo menos, retirar só quando for para servir.

 

No meu caso, retirei 2 horas depois porque as várias receitas que vi diziam duas horas, e também na altura que fiz, não percebi que o açúcar para as natas era em pó. Resultado, quando abri a forma, a tarte desmaiou um pouco.

 

Também considero a opção do prato e aro, melhor, pois se tiverem um aro pequeno a tarte fica mais "aconchegada" e não fica tudo tão "disperso"!

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Por: João 

publicado por CozinhaConnosco às 19:24
Sábado, 14 / 06 / 14

Regueifa doce típica cá das terras de Santa Maria da Feira

Oláááá a todos!
:) como estão? Parece que o verão veio para ficar! 

Bem, a receita que trago hoje é de regueifa doce. Para quem não conhece, isto é assim uma espécie de bolo mas não é doce como um pastel! É muito boa mesmo, eu cá adoro torrada com manteiga :D

Em poucas palavras, é fácil de fazer, suja as mãos e a banca, deixa um cheirinho muito bom na cozinha e come-se muito bemmmmmmmmmm :D

 

Ingredientes:

  • 150 ml de leite
  • 3 ovos grandes inteiros + 1 gema
  • 400gr de açúcar
  • 100gr de manteiga
  • raspa e sumo de 1 limão
  • 450 gr de farinha T55 (no total leva quase 1kg)
  • 25 gr de fermento de padeiro (se fizerem apenas com fermento normal ela não fica bem)
  • 1 pitada de canela
  • 2 gemas

Preparação:

Bem, isto junta-se tudo e amassa-se {#emotions_dlg.sarcastic}.

 

Vamos lá por partes :P 

Primeiro aqueçam o leite (nada de ferver..só mesmo aquecer) e juntem o fermento de padeiro até que fique bem desfeito.

De seguida numa bacia grande metam a farinha, abram um buraco a meio e metam o leite e o fermento, os 3 ovos inteiros + 1 gema, o açúcar e a manteiga,  o sumo e a raspa de limão e a canela.

 

Depois bora lá, mãos na massa pessoal!! {#emotions_dlg.happy} Tudo bem amassadinho com as mãos. Sim com as mãos, não há cá batedeiras!

 

A massa em si fica muito mole mesmo...Por isso, em cima do balcão mete-se farinha e a massa. E vai-se incorporando a farinha até a massa ficar bem consistente.

 

Quando conseguirem ter uma bola consistente, dividam a massa em dois.

 

Formem dois rolos e entrancem-nos.

Metam a regueifa já na forma que querem levar ao forno. Metam farinha no fundo para não colar.

 

Bem, o ideal é meterem no tabuleiro próprio do forno que assim ela cresce à vontade. Eu meti numa forma de uma dúzia de ovos grandes sem buraco porque já não tenho esse tabuleiro.

Aqueçam o forno uns minutos e desliguem. Metam a forma com a massa pronta tapada com uma manta ou toalha. Deixem estar a levedar uma hora pelo menos. Eu costumo deixar uma hora e meia.

 

Depois deste tempo passar, pincelem a regueifa com as duas gemas restantes.

 

Deixem a cozer a 200 graus cerca de 35 a 40 minutos.

 

Era suposto ficar com buraco mas ela cresceu bastante e tapou{#emotions_dlg.blink}

 

Esta receita foi adaptada do site http://pt.petitchef.com/ .

 

Bom apetite =)

Vem daí, e CozinhaConnosco!

 

Lili{#emotions_dlg.lips}

 

publicado por CozinhaConnosco às 10:47
Bem-vindos ao CozinhaConnosco. Neste blog, dois amantes da culinária, querem partilhar convosco as suas experiências na cozinha. Vistam o avental e divirtam-se connosco! Li e João

mais sobre nós

Junho 2014

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30

FalaConnosco

Receitas passadas

Translator